Muffin Donuts


Eu sei que não deveria, mas meu paladar tem uma preferência por coisas assim “leves” pra comer no café da manhã, tipo: panqueca, omelete e por aí vai. Deixo essas extravagâncias pro final de semana, assim o estrago é menor.

Pra variar um pouco esse cardápio “light”, andava atrás de uma receita de donuts, e encontrei várias, mas todas eram um pouco trabalhosas ou fritas, e assim não ia rolar. Foi então que encontrei essa receita  de muffin donuts e senti que tinha futuro, embora tenha estranhado um pouco o fato de não levar ovos.

Por ser um muffin, você pode usar fôrminhas de empada, caso não tenha as fôrminhas apropriadas. A massa é bem densa e tem um toque de noz moscada que transforma esse simples bolinho em uma perfeita opção pra servir no café da manhã, ou com um chá numa tarde chuvosa (isso é chique, me senti a própria inglesa agora).

Para 5 muffins você vai precisar de:

  • 1/2 xícara de açúcar
  • 1/4 de xícara de manteiga derretida
  • 1/2 colher de chá de noz moscada
  • 1/2 xícara de leite
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  1. Misture todos os ingredientes em uma tigela
  2. Transfira para cinco fôrminhas untadas e enfarinhadas (ou fôrminhas de papel dentro das fôrmas de cupcake/muffin)
  3. Leve ao forno pré-aquecido a 180º por 20 minutos ou até passarem no teste do palito
  4. Derreta uma colher de manteiga e em outro recipiente misture um pouco de açúcar com canela
  5. Desenforme os bolinhos ainda mornos e passe o topo na manteiga e em seguida na mistura de açúcar

Comi donuts poucas vezes na vida, por isso não me arrisco dizer que os sabores são semelhantes, mas isso não tem a menor importância, já que esse muffin é simplesmente PERFEITO! Inclusive achei essa massa muito interessante de trabalhar pois além de simples ela é básica, e pode receber muitas variações (leia-se: gotas de chocolate, pedaços de frutas secas/frescas, amêndoas, nozes e etc), mas vou demorar a testar qualquer uma delas, por que tô curtindo só ter o trabalho de misturar esses ingredientes aí de cima. É tão bom no fim de tudo só ter um bowl e algumas xícaras medidoras sujas. Jogo água com detergente dentro do bowl e todo o resto dentro com a desculpa de que é pra “facilitar a lavagem depois”, mas na verdade é procrastinação pura.

Por que né, tem horas que você só pensa na louça que não vai ter que lavar depois, mesmo que ela seja apenas uma tábua de corte e uma faca. E isso se chama “velhice chegando” =)