Saudade da terrinha


Quando penso na minha terra, lembro de tantos e tantos sabores… do x-caboquinho das bancas de café espalhadas pelas ruas, do tacacá, do mingau de banana com tapioca com bastante leite condensado, da matrinxã assada na brasa. Lembro do creme de cupuaçu de verdade – azedinho até dizer chega, e das tapiocas gigantes do café da Priscila. Mas sem dúvida, uma das minhas maiores saudades é de um legítimo açaí, batido com açúcar e servido com uma boa farinha de tapioca. Na terra do açaí, é assim que se come.

Dia desses encontrei essa geléia de açaí e resolvi dar um voto de confiança, tamanha era a minha saudade. Ela é fabricada no Pará, e foi lá memo onde tomei um dos melhores “açaís” da minha vida: encorpado, pronunciado.

A geléia é uma delícia! E logo vi que serviria perfeitamente pra materializar minha insana vontade de comer um cheesecake de açaí. Se você preferir, escolha outra geléia bem gostosa e teste essa receita que é feita no forno, prestenção:

  • 2 xícaras de cream cheese (ou requeijão cremoso daquele bem grosso)
  • 1 1/2 xícara de açúcar
  • 2 gemas
  • 2 claras batidas em neve
  • 2 pacotes (fileiras) de bolacha maizena triturada
  • 100g de manteiga (ou mais pra dar o ponto)
  • Geléia de sua preferência para cobrir
  1. Triture as bolachas no liquidificador e misture com a manteiga até o ponto de apertar na mão e virar um bolinho sem esfarelar
  2. Forre o fundo (só o fundo) de uma fôrma de aro removível de 24cm de diâmetro e reserve
  3. Misture as gemas com o açúcar (se quiser usar a batedeira, melhor) e em seguida o cream chesse
  4. Acrescentes por último as claras em neve mexendo delicadamente até incorporar tudo
  5. Transfira para a fôrma sobre a base de biscoitos e leve para assar em forno pré-aquecido a 180º até firmar e atingir um tom bem moreno
  6. Deixe esfriar e leve para gelar
  7. Sirva coberto com a geléia de sua preferência

A receita original é essa do Edu Guedes, eu optei por diminuir o açúcar e fazer meia receita.

E pra terminar a história: me peguei com meu cheesecake vestido de amazonense e só larguei por que tinha que guardar um pedaço pro marido, senão…