Bolinho de feijão


Vou dar minha cara à tapa pra dizer o que eu vou dizer: podem até não concordar, mas se você nunca fez bolinho de feijão com farinha quando era criança, você não teve infância.

Fazer aquela papa e devorar assim, se melecando toda(o), não tinha preço.

E daí que meu feijão tava com aquele caldo grosso, bem grosso, daqueles que vocês sabem que vai se formando depois de uns 4/5 dias de geladeira. Pensei: esquentar de novo, não rola… Fazer sopa? Não… Já sei!

  • Misturei 2 xícaras de feijão bem amassadinho no garfo com 1/2 xícara de farinha de mandioca bem fininha, até virar uma massa que possa ser modelada
  • Dei um up no sal e pimenta
  • Modelei um hamburguinho no palma da mão, coloquei um pedacinho de queijo mussarela e fechei, fazendo a bolinha
  • Passei as bolinhas numa mistura de farinha + parmesão ralado
  • Fiz o teste: fritei dois bolinhos e assei o resto (seis). O resultado é que o frito fica mais douradinho e crocante, claro, mas o assado ficou uma delícia também! Como não há nada pra ser “cozido”, basta deixar no forno até você tocar a superfície dos bolinhos e sentir que a farinha deu uma tostadinha

Pra acompanhar fiz um pesto de coentro com castanha de caju. Não tinha o menor cabimento comer esses bolinhos com pesto, mas eu não estava nem aí pra isso.

E gente… ficou bom viu. Não deu nem pra guardar pro marido experimentar.

Agora imagina você fazer esse bolinho com um resto de uma bela duma feijoada hein? Colocar linguiça ralada na massa, um pedação de queijo coalho, hummmm! Bem, as variações deixo por conta de vocês :*