Feijão nosso de cada dia


Tem coisa mais linda que feijão feito na hora, gente?

Feijão é conteúdo, é aquele acalanto que só comida de verdade dá pra gente.

Mas feijão é um tipo de comida que apesar de fazer parte da nossa vida desde que a gente se entende por gente, é cheio de segredinhos. Uns a gente aprende com a mãe, outros a gente vai aprendendo com a prática, mas o fato é que todo mundo tem sua receitinha secreta do feijãozinho nosso de cada dia.

E que tal se a gente contar nossos segredos e aprender umas com as outras os milhões de truques que se escondem por aí hein? Eu começo: da última vez que fiz feijão eu quis testar colocar a cebola piquée pra ver se ficava mais gostoso. Foi assim…

  1. Peguei 1/2kg de feijão carioquinha, tirei as sujeirinhas e coloquei de molho de um dia pro outro
  2. Escorri a água, lavei o feijão e coloquei na panela de pressão com 4 dedos de água até completar 2/3 da panela (não pode encher mais que isso, viu gente, é por isso que a  panela explode) + cebola piquée+osso de boi+1 folha de louro e 1 colher de sopa de sal
  3. Tampei a panela e levei pro fogo, contei 30 minutos depois do barulhinho começar e abri (tirando a pressão com cuidado, né)
  4. Os feijões estava cozidos mas o caldo bem ralinho, então fiz um trucão que aprendi com a sogra: mexi bem rápido por uns 2 minutos sem parar, genteeeeee, o caldo engrossa na hora!
  5. Aí refoguei em uma panela cebola, tomate, pimentão e alho, juntei metade do feijão cozido, deixei ali apurando, acertei o sal e prontinho
  6. A outra metade foi direto pro potão de sorvete reciclado e depois direto pro freezer (depois virou um delicioso caldinho de feijão)

Adorei a cebola piquée no feijão, gente! A impressão que eu tive foi que nem precisava temperar com mais nada depois. Vou adotar!

Agora é a vez de vocês…