Mamma mia!


Dia desses eu estava simplesmente um caco. Acho que se passasse um lixeiro e me visse, me jogava pra dentro do caminhão. Mas aí resolvi ir mesmo assim pra cozinha, por que né, é o vício. E sabe quando a coisa começa a fluir, você esquece o tempo e o cansaço, e quando você menos espera saiu uma coisa muito melhor do que a coisa que você tinha planejado? Nesse dia foi assim… ainda bem né, por que a quantidade de louça suja depois só me fazia querer chorar de desespero, mas valeu a pena, isso que importa.

Antes de passar pra receita, deixa eu só falar uma coisinha: juntar almôndegas com polenta pode parecer estranho em um primeiro momento, principalmente por que estamos acostumados a ver almôndegas servidas sempre com massas, e polenta com ragu, ou linguiça. Mas a polenta é um prato típico da culinária italiana, que conquistou o mundo inteiro por ser incrivelmente fácil de preparar e barata. Então por que não juntar tudo isso em um único prato?

Almôndegas recheadas com gorgonzola + polenta de pesto (para duas pessoas)

  • 500g de carne moída
  • 1 ovo
  • Sal e pimenta à gosto
  • Cubos de gorgonzola (pode ser o queijo de sua preferência)
  • Farinha de rosca pra dar o ponto
  • Molho de tomate de sua preferência
  1. Tempere a carne com sal e pimenta, incorpore o ovo e junte farinha de rosca até dar o ponto de modelar
  2. Faça discos na palma da mão, coloque o cubo de queijo no centro e feche, formando bolinhas
  3. Disponha as almôndegas em uma assadeira untada e regue com azeite, leve ao forno pré-aquecido a 180 enquanto prepara o molho de tomate (eu refoguei alho+alho poró+extrato de tomate+um pouco de caldo de carne)
  4. Quando o molho estiver pronto, transfira as almôndegas para a panela de molho e incorporte tudo, reserve

Para a polenta:

  • 3 xícaras de caldo de carne (eu usei caseiro, mas pode usar o de tabletinho diluído)
  • 1 xícara de farinha de milho
  • 3 colheres de sopa de molho pesto
  • Parmesão à gosto
  1. Acrescente a farinha de milho ao caldo de carne fervente, mexendo enquanto adiciona a farinha lentamente
  2. Cozinhe a polenta em fogo baixo, mexendo sempre como se fosse um brigadeiro
  3. Quando ela estiver começando a soltar do fundo da panela apague o fogo, junte o pesto e o parmesão e misture até incorporar

Então é só montar o prato: uma porção generosa de polenta (ainda quente tá), as almôndegas por cima com bastante molho de tomate e uma porção generosa de parmesão ralado pra finalizar…

A polenta com o molho pesto fica uma coisa incrível, pra quem é apaixonado por esse molho tenho certeza que vai viciar. Eu faço logo um potão de pesto e deixo na geladeira, então pra mim é mão na roda mas… pode fazer sem também. Agora o caldo de carne caseiro sem dúvida faz toda a diferença, por isso sempre que você for fazer um cozido, coloque bastante água e lá pelas tantas retire o excesso, congele e use sempre que puder. Não há tabletinho que substitua o sabor, além de ser bem mais saudável, vale a pena.

Se seu pai curte comida italiana, que tal variar a macarronada e supreendê-lo com essa receita no domingo? O meu ia amar, né pai? Fica a dica :*