Cozinhe uma vez por mês – Parte I


Sim, eu estou te dizendo que cozinhe uma vez por mês. Calma que eu explico…

Já faz tempo que estou devendo um post pra vocês de como adotei uma nova forma de organizar as refeições aqui em casa, graças a um livro que minha amiga-irmã Leah me indicou e que mudou a minha vida!!!

Nele a autora ensina que você pode otimizar as principais refeições do mês inteiro em um ou dois dias, e digo pra vocês, não é impossível! Já estou no segundo mês de congelamento e cada dia mais eu amo este novo estilo de pensar a minha cozinha. Vou explicar mais ou menos como funciona:

Link do livro once a month cooking aqui

O princípio de como cozinhar 1 vez por mês

  1. Você planeja o cardápio de acordo com as preferências da sua família, calculando preparar 30 refeições principais.
  2. Com o cardápio em mãos, então você elabora a lista de compras, anotando tudo o que você vai precisar comprar para preparar toda essa comida.
  3. Se prepare para passar um dia inteiro na cozinha – eu sempre gasto mais de um pois não tenho quem me ajude com as crianças, mas o livro recomenda que se possível você fique livre de todas as outras atividades e assim consiga fazer tudo num único dia.
  4. Cozinhe, armazene as porções dos pratos principais e congele

Nós tivemos que comprar um freezer pois não há como armazenar esta comida toda no pequenininho que fica em cima da geladeira. Mas mesmo que pareça loucura pra você cozinhar para o mês todo, vale a pena experimentar utilizar o mesmo método para as refeições da semana. E quem estiver com vontade de comprar um freezer e na dúvida se faz diferença ou não:  foi um dos melhores investimentos que fizemos nos últimos tempos (o outro eu conto depois pra vocês!). 

Algumas (das inúmeras) vantagens de cozinhar 1 vez por mês:

  • É incrível como o fato de planejar o cardápio faz o desperdício cair consideravelmente. Tendo um plano geral você consegue visualizar onde está gastando mais, o que sua família têm consumido de menos, e já prevê aproveitar os restos de uma refeição para preparar a próxima refeição, por exemplo.
  • É mais econômico, pois uma vez que você pensa com antecedência no que vai fazer e providencia comida para o mês todo você nunca tem necessidade de comprar comida pronta, ou ter que correr no supermercado pra comprar de última hora – e acabar comprando um monte de outras besteiras que não estavam previstas. Além do fato de que comprando em maior quantidade, muitas vezes podemos comprar alimentos por um valor mais em conta.
  • É mais saudável. Uma das gavetas do freezer eu lotei com legumes congelados, gelinho verde, kit sopa*, verduras fatiadas e raladas prontas pra virar uma salada refogada ou deixar o arroz mais nutritivo. Quantas vezes você deixou de fazer uma salada por preguiça ou falta de tempo? Problema resolvido =)
  • Você ganha tempo e sanidade mental. O tempo que você gastaria preparando, lavando a louça que sujou para preparar e até mesmo pensando no que preparar ficará livre! Isso pra uma dona de casa (e com três crianças) vale ouro!!!
  • Imprevistos nunca mais. Sabe aquela visita que chegou e vai ficar pra jantar? Ou aquele hóspede que vai precisar ficar uns dias na sua casa? Como é bom não ter que sair desesperada pra cozinhar algo ou fazer uma compra extra! Como você já tem tudo organizado, no máximo talvez você precise repor algumas refeições para concluir o mês e tá tudo certo.

Eu poderia continuar falando por horas, mas por enquanto vou parar por aqui. Resolvi dividir este post em partes, pois assim posso falar com detalhes e com calma para quem estiver interessada em fazer um teste.

Sobre o livro: não é propaganda, gente, eu comprei!!! E sim, ele é em inglês, então eu comprei no Kindle no app do celular e li com o próprio tradutor do aplicativo. Eu realmente não pesquisei livros sobre o assunto em português, se alguém souber e puder indicar, eu agradeço! 

No próximo post eu vou contar como planejei o cardápio e passar para a parte prática do negócio, fiquem ligadas =)