Menu do dia dos pais


A criatura devia ter colocado um post desse ANTES do dia dos pais, né, pelo menos é o que se espera de um blog decente.

Mas enfim, a atrasilda aqui veio postar a receita que fez no domingão pra comemorar o primeiro dia dos pais do meu marido, ocasião que pedia algo especial.

Durante a semana vi essa receita de Ensopado de carne ao vinho tinto e decidi fazê-la. Não me arrependi: o cheiro é maravilhoso enquanto tá cozinhando, a carne fica super macia, com um molho encorpado, sabe?

Decidimos que esta vai ser a receita de dia dos pais de todos os anos (tipo o cozido da dona Nenê da Grande Família).

Pra acompanhar o ensopado, fiz um Arroz de berinjela, que achei que combinou muito bem. Na sequência, as duas receitas:

(sim, atrás do prato é uma panela, eu COLOCO panela na mesa e daí? Ass: Menina malcriada)

Ensopado de carne ao vinho tinto

(meia receita e com alterações)

  • 500 de músculo
  • 500 ml de vinho tinto
  • 1 cenoura picada em rodelas
  • 1 cebola média cortada no sentido do comprimento em tiras finas
  • farinha de trigo para polvilhar
  • sal e pimenta do reino à gosto
  • 2 colheres de manteiga gelada
  1. Limpe a carne e corte em cubos médios
  2. Deixe por no mínimo duas e no máximo doze horas a carne de molho no vinho
  3. Retire a carne do vinho, escorra bem e passe na farinha de trigo (reserve o vinho)
  4. Aqueça um pouco de azeite numa panela e doure a carne de todos os lados
  5. Acrescente a cebola, refogue
  6. Junte o vinho + 1/2 xícara de água, abaixe o fogo e deixe a panela semi-tampada por 1 hora, mexendo de vez em quando
  7. Acrescente as cenouras cortadas em rodelas e deixe por mais 30 minutos
  8. Acerte sal, acrescente a pimenta e coloque a manteiga, misture bem

Arroz de berinjela

  • 1 berinjela
  • 1 cebola pequena cortada no sentido do comprimento em tiras finas
  • 10 azeitonas sem caroço e picadas
  • 1 xícara de arroz integral cozido (ou o arroz de sua preferência)
  • Sal
  • 2 colheres de sopa de azeite

Obs: a forma como desidratei as berinjelas é a mesma forma que faço para o antepasto, que aprendi num livro de culinária italiana e que não usa o forno, mas sal.

  1. Corte as berinjelas em rodelas e depois em tirinhas finas
  2. Em uma peneira, intercale camadas de berinjela e sal, até acabar. Deixe por no mínimo 1 hora: o sal vai “chupar” toda a água da berinjela
  3. Depois de 1 hora, lave muito bem as berinjelas sob água corrente, depois coloque em um pano de prato e aperte para que escorra toda a água, reserve
  4. Em uma panela aqueça o azeite e doure a cebola
  5. Junte a berinjela e refogue
  6. Acrescente as azeitonas e o arroz

Fica a dica pra quem quiser preparar um almoço ou jantar especial: são duas receitas que achei que fizeram bonito e de preparo fácil.

E pra quem ainda não conhece o famoso “Cozido do dia dos pais da dona Nenê”, não perca o vídeo a seguir (saudades da Marilda…)

Boa semana gente, e muito obrigada pela sua audiência =)