Penne ao molho de jerimum


O que dizer desse prato?

Foi que nem desejo de grávida (muita calma nessa hora), eu vi a receita no livro, que nem foto tinha, mas visualizei e senti o gosto no pensamento. E daí pra materializar foi uma questão de teimosia minutos.

O que me conquistou? O jerimum (ou abóbora) não é cozido simplesmente na água, como na maioria das receitas, mas assado com ervas e temperos que dão um sabor todo especial….

  • 250g de penne (quantidade para duas pessoas) preparado conforme as instruções da embalagem
  • 500g de fatias de jerimum cortado em formato de “lua”
  • 2 dentes de alho cortados na metade e com casca
  • Tomilho e alecrim, seco ou fresco, à gosto (sejá generosa(o)
  • Sal e pimenta do reino à gosto (eu não uso tanto sal pois gosto do docinho do jerimum)
  • Azeite

  1. Unte uma assadeira com um fio generoso de azeite
  2. Jogue um pouco de sal (eu usei sal grosso, mas pode ser o comum) e pimenta e metade das ervas que você vai usar
  3. Distribua as fatias e regue novamente com um fio de azeite, mais sal, pimenta, ervas e coloque também os dentes de alho
  4. Leve ao forno pré-aquecido a 200º até que o jerimum fique macio
  5. Espere esfriar um pouco, retire a polpa da casca e passe num processador/liquidificador com meia xícara de leite (ou mais, se quiser o molho mais líquido)
  6. Leve numa panela para o fogo baixo até começar a borbulhar e jogue sobre o penne

Sabe o que eu curti? É que nunca pensei em misturar esses dois ingredientes (massa e jerimum), e o docinho do molho dá um toque especial para o prato. Além do que fugiu um pouco do básico molho de tomate/branco/pesto. Gostei… vai ter repeteco!