Suflê(?) de tomate


Segunda-feira todo mundo animadinho pra começar uma nova dieta, nova vida, nova rotina?

Então, plis, começa com o pé direito e faz esse suflêzinho super simples de tomate.

Na verdade tenho minhas dúvidas se trata de um suflê, pois essa receita não leva ovo! Mas foi com esse nome que eu a conheci quando assistia um programa de culinária do Sesi, o mesmo onde aprendi o famoso bolo de tomate. Amei essa opção que pode servir tanto de entrada como acompanhamento, feita com ingredientes que a gente sempre tem em casa:

  • 2 xícaras de tomate picado (mais ou menos 3 tomates médios)
  • 2 colheres de sopa de leite
  • 1 cebola média picada
  • 100g de ricota (você pode testar um outro queijo)
  • Orégano à gosto
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento
  • Sal à gosto
  1. Bata no liquidificador o tomate com o leite e a ricota (pulsando e com calma pra não quebrar o liquidificador)
  2. Em uma tigela misture os ingredientes batidos com os demais ingredientes e transfira para uma fôrma untada e enfarinhada (fôrma pequena) ou em ramequins para porções individuais.
  3. Asse em forno pré-aquecido a 180º até que o centro esteja firme 

Ela é uma massa pesadinha, não fica aerada como um suflê (por isso tenho minhas dúvidas se esse seria o nome certo), por isso pensei em fazer um molhinho branco com queijo e manjericão picadinho pra acompanhar, que tal, hein? Pra quem é vegetariano, ótima pedida pra um jantarzinho.