Tapioca sem mistério


Pra ver como a gente se engana com as coisas né? Fazer tapioca é uma coisa que aprendi há tantos anos que fiquei de boca aberta quando minha sogra contou que não sabia. E de repente tive a ideia de postar aqui, pois devia ter mais gente interessada em aprender. Perguntei no twitter o que o povo achava e a geral só confirmou minha suspeita. Então, vamos a ela!

Mas gente, eu não teria como esgotar as possibilidades de recheio de tapioca, são infinitas e cada um tem direito de rechear a sua como bem quiser. Então vou focar no processo, ok? O resto eu deixo com vocês. E no final do post ainda tem uma dica diferente…

Começando pelo começo, quando você comprar a goma de tapioca na feira/mercado, ela vem assim:

Então você vai peneirar a goma apertando com as mãos contra a tela da peneira, pra ela ficar soltinha, coloque uma pitada de sal e misture.

Então você vai levar uma frigideira (de preferência antiaderente) ao fogo médio, deixar aquecer um pouco e começar:

  1. Em colheradas, vá distribuindo a goma até cobrir todo o fundo da frigideira
  2. Após alguns segundos ela vai começar a soltar do fundo, então aproveite para nivelar os grãozinhos que ficam ainda soltos
  3. Com uma espátula, vire a tapioca
  4. Com as costas de uma colher (outra colher tá) passe manteiga pra já ir derretendo e deixando a tapioca bem molhadinha. À essa altura a tapioca está pronta, reserve em um prato coberto (para não esfriar) e repita o processo até acabar a goma

Importante: assim que a tapioca soltar da frigideira, vire. O segredo pra ela ficar bem macia é não tostar muito.

Aqui em PE a tapioca tradicional leva coco, mas aqui em casa nem eu nem o marido fazemos questão, preferimos ela sem nada e depois recheamos com o que der vontade: queijo coalho, banana na manteiga, queijo com presunto, etc. Sobre o preparo com coco, eu deixo pra alguma expert de vocês explicar pra gente lá nos comentários, combinado?

Agora dá uma olhada nessa ideia de servir a tapioca em um formato diferente, na versão mini, ó que coisa fofa:

Aí o truque é usar como medida uma colher de sobremesa (aquela menor que a de sopa), pra ficar num tamanho bom de comer de uma vez só. Coloquei sal mas nada de manteiga, no lugar dela, uma geleinha delícia de maracujá com hortelã, e pra arrematar, uma folhinha de hortelã.

Aliás a geléia é uma delícia, da Passion Fruit. Recebi umas amostrinhas pra provar e recomendo muito! Mas se você não encontrar, pode usar a geléia que você mais gostar.

Dica: a goma pode ser congelada e descongelada sem comprometer sabor nem textura.

Então coloca logo na lista da feira que agora todo dia vai ser dia de café da manhã com tapioca =)

Update: A Lini super ninja ensinou como fazer goma de tapioca, pra quem não consegue achar a danadinha na sua cidade: É muito fácil, vc deixa o polvilho doce de molho em bastante água aproximadamente 12 horas (de um dia pro outro), aí escorre a água que sobrar, dá uma secadinha com um pano por cima e fica igual goma de tapioca que vende na feira. Passa na peneira e adiciona sal. =) fica a dica pra galera! 

Valeu, Lini!!!