Dá licença


Dá licença pra um pudinzinho hoje? Com açúcar? Hoje pode né? Então bora…

Essa receita nasceu de uma das muitas vezes em que tenho que olhar pra despensa oca e realizar o milagre da sobremesação. Novamente meu coco fresco/congelado me salvou, mas acho que dá pra fazer com aquele coco úmido de saquinho também. Todavia, se você puder fazer com o fresco, faz tá?!

  • 1 xícara de coco fresco ralado
  • 1 xícara de água fervente
  • 1 xícara de leite
  • 1 xícara de açúcar (+ 1 xícara para a calda)
  • 5 ovos
  1. Coloque uma chaleira com bastante água no fogo e aqueça o forno a 200º
  2. Coloque uma xícara de açúcar na fôrma de pudim e coloque sobre a chama do fogão até que ele derreta (vá virando a fôrma de forma que o açúcar derreta por igual) até virar uma caldinha – fogo baixinho hein, depois reserva
  3. Bata no liquidificador o coco com uma xícara de água fervente (você fez o leite de coco!)
  4. Acrescente os demais ingredientes e bata bem
  5. Despeje a massa do pudim na fôrma e coloque-a dentro de uma assadeira
  6. Coloque a assadeira com a fôrma dentro do forno e despeje o restante da água fervente (tem que encher até a metade da fôrma de pudim)
  7. Asse por 30 minutos ou até passar no teste do palito
  8. Retire do forno, espere esfriar e leve para gelar por uma hora antes de desenformar

Como eu sou expert em queimar a calda do pudim – tá aí uma coisa que me intriga nessa vida, um grande mistério que eu não consigo desvendar – meus pudins sempre saem meio “defumadinhos”. Tanto é que acho que já até me acostumei com o gosto de queimadinho, virou meu “toque pessoal”. Se você conhecer outra receita de calda, faça, porque nesse quesito eu tô mais pra aprendente do que pra ensinante. Mas que o pudim é bom demais, ahhhhh é =) Boa sexta gente linda <3