Chuchu assado e assado de chuchu


O chuchu começou a fazer parte da minha vida depois que me encontrei um ser grávido já que tinha que criar vergonha na cara e comer melhor. E mais ainda na fase de papinhas da Fernanda. Mas hoje em dia eu passo, sei lá, um ano sem comprar chuchu, fácil. Entretanto, porém, contudo, todavia, depois que li que o danado é riquíssimo em fibras e pobríssimo de calorias, ele se tornou um item daqueles do tipo eu-preciso-aprender-a-gostar-desse-negócio, sabe?

Por isso, encarei a empreitada de testar umas receitas que me ajudem a incluir essa… fruta no meu cardápio. Sim, o chuchu é uma fruta. E essa não é a única descoberta que eu fiz.

1ª dica, que eu aprendi com a Helô:

Tirando a baba do chuchu: depois de devidamente lavados, corte uma tampinha lateral em cada chuchu e esfregue um no outro na parte de onde a tampinha foi cortada. Enquanto sair essa espuma, continue esfregando até que uma hora ela vai parar e aí é só retirar a espuma em água corrente, descascar e cortar os chuchuzinhos sem que eles fiquem escorregando da sua mão e soltando aquela coisa melequenta. Dá certo e eu adorei!

2ª dica: Chuchu assado


Descasque o chuchu e corte em palitos, disponha em uma assadeira antiaderente. Regue com um fio de azeite, tempere com sal e pimenta do reino e salpique tomilho – ou outra erva de sua preferência – e parmesão ralado. Leve ao forno pré-aquecido por 200° até que esteja cozido e levemente dourado.

3ª dica: Assado de chuchu


Umedeça 2 fatias de pão integral sem as cascas e ralado em duas colheres de leite. Cozinhe 3 xícaras de cascas de chuchu em água fervente. Bata as cascas no liquidificador (é só pulsar que devagarzinho ela vai virar uma pastinha líquida). Junte as cascas batidas com o pão umedecido, junte 1 ovo e 1/2 cebola ralada. Tempere com sal e pimenta do reino, disponha em refratário e cubra com parmesão. Leve ao forno pré aquecido a 200° até que esteja firme no centro e dourado. Receita daqui e que pode ser feita para reaproveitar cascas, talos, não é o máximo?

Sinceramente, sem forçação de barra, as duas receitas ficaram muito gostosas! Provem aí e me digam se eu não falei a verdade…