Temperinhos e outras coisas


Se tem uma coisa que aprendi a curtir quando vim morar no centro do Recife foi essa cultura de ir à feira de rua. Como tudo é perto da minha casa, faço a pé a rota: feira – mercado público – açougue, já sabendo onde cada item é mais em conta, em que banca tem a melhor uva, em que box do mercado o camarão é mais fresco. Fora o fato de conhecer o vendedor, que negocia e faz aquele agrado, bota uma maçã a mais na sacola e pergunta “cadê a pequena? Veio hoje não?”

E se tudo isso já era bom, ficou melhor ainda depois que inaugurou esse lugarzinho, do qual eu faço propaganda pra todo mundo que conheço. É um empório que vende, além de cereais e temperinhos, umas coisas bem diferentes que a gente não acha fácil, e por preços cabíveis no meu bolso. É lá que compro meu couscous marroquino, tomates pelados (a R$ 2,00 a lata, ó que barato), quinua em grão e o shiitaki seco. Aí eu já tava super feliz com tudo isso, e de repente eles começaram a realizar uma feirinha de orgânicos toda semana sempre às sextas e sábados (menos hoje, que é feriado), onde tem simplesmente a melhor canjica e a melhor pamonha que eu já comi. De verdade. 

Acabou que virou meu lugarzinho do coração, pois chego lá e os atendentes enchem Nanda de agradinhos comestíveis enquanto eu pego minhas compras, pago, converso com um, converso com outro, troco uma ideia de como usar aquele ingrediente em tal receita, e volto pra casa. Chega dá uma dorzinha no coração de pensar que no dia que eu me mudar daqui posso perder tudo isso, que já se perdeu tanto e em tantos lugares nessa tal vida moderna. Enfim, quem estiver pelo centro do Recife de bobeira, vale a pena dar uma passadinha pra conhecer: 

Empório Pura Vida

Rua da Praia de n°169, Santo Antônio

Fone: 3037-2607 /2427 


E sabe que toda essa conversa me lembrou um vídeo feito por um movimento em São Paulo chamado “Vá pra feira“, que tem tudo a ver com este post, para assistir clique aqui.

Bom final de semana <3

*Este post NÃO é um publieditorial.