Risoto de sururu enrolado na banana comprida


Dia desses folheando uma revista de gastronomia me deparei com um risoto de sururu, e na hora pirei na batatinha pra preparar. Só que quando fui ler a receita achei tudo muito complicado então resolvi tentar uma versão que sujasse menos louça mais simples, e que ficasse com a cara e o gostinho que eu imaginei: da terra! Só tinha preparado sururu uma vez na vida, mas enfim, fui pra cozinha sem receita, só com a cara e a coragem. E fome, MUITA. Não vou ficar aqui falando o quanto ficou bom porque só provando, viu! Mas a dica é: quer fazer um prato delicioso, pra impressionar ~asvizita~ sem precisar se matar na cozinha? Pronto!

Para duas pessoas:

  • 250g de sururu limpo 
  • 4 xícaras de leite de coco ou 800ml (eu fiz o leite em casa, como já ensinei aqui, porque acho o sabor mais leve e gostoso)
  • 1 cebola picada
  • 1 tomate picado
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 colher de sopa de molho de tomate
  • Pimenta biquinho á gosto cortada  ao meio e sem o cabinho
  • Coentro ou salsa á gosto picadinha
  • Sal à gosto
  • 1/2 xícara de cachaça ou vinho branco
  • 1 xícara de arroz arbóreo
  • Manteiga de garrafa pra finalizar (opcional)
  • Azeite/óleo para refogar
  1. Em uma peneira, lave muito bem o sururu para que saiam todas as sujeirinhas
  2. Em uma panela, refogue o alho, metade da cebola e o tomate, junte o sururu, adicione 1 xícara de leite de coco, o molho de tomate e tempere com sal
  3. Cozinhe em fogo baixo, mexendo de vez em quando
  4. Coloque o restante do leite de coco para ferver, pois ele deve estar quente na hora de cozinhar o risoto
  5. Refogue o restante da cebola em outra panela e junte o arroz, até que esteja bem brilhante
  6. Jogue a cachaça ou vinho na panela e mexa até evaporar totalmente
  7. Vá acrescentando o leite de coco quente aos poucos na panela do arroz, uma a uma, mexendo sempre- fogo baixo, até que esteja al dente
  8. Verifique o ponto do sururu (deve estar macio e ainda com um pouquinho de caldo) e junte-o ao arroz
  9. Acrescente a pimenta biquinho e o coentro assim que o arroz estiver macio
  10. Apague o fogo e finalize com um fio generoso de manteiga de garrafa e acerte o sal

Calaro que a ideia de enrolar na banana não foi minha, eu vi aqui, sabe? Mas vou contar como eu fiz: cortei fatias finas de banana comprida (que na minha terra chama pacovã) e dourei rapidinho em um fio de azeite na frigideira mesmo, dos dois lados. Aí você pega uma cebolinha comprida e passa na água quente por uns segundinhos, assim ela não quebra na hora de dar o nó. Eu usei um aro redondinho pra fazer a parte da banana e já pus o recheio de risoto, assim não corria o risco dela desmontar na hora que eu tirasse o aro. Mas…… Se você não estiver nem um pouco a fim de ter esse trabalho todo, uma sugestão: corte a banana comprida em fatias de 1cm e doure dos dois lados e sirva junto com o risoto, vai por mim. O salgadinho do sururu contrastando com o doce da banana fica simplesmente MARA!

Receita pra fazer nesse fds hein, gente!