Farofa croncantíssima


Atenção, tirem as crianças da sala. Ou melhor, tira todo mundo da sala, e me deixa sozinha com essa panela de farofa que eu devoro tudo sem nem sentir. Ela é um atentado ao pudor, ao domínio próprio, ao auto controle, deu pra entender? Depois de provar esta farofinha seu nível de exigência com farofas ~em gerais~ vai subir, por que ela simplesmente é de outro nível, outra catiguria…

Eu vi esta receita na final do Super Chef da Namaria, mas lá ela levava mais dois ingredientes. Como eu não tinha tudo, fiz do meu jeito e simplesmente pra mim não existe mais outra farofa no mundo. Nem a de cenoura, que eu tanto amo, foi páreo pra esta feita com castanha de caju, panko e cebola. Só. Agora presta atenção pra poder fazer sua farofa loosho crocantíssima:

  • 1/2 cebola picadinha
  • 100g de panko (aquela farinha de empanar bem crocante que geralmente vende na seção de ingredientes orientais, se não achar, pode passar o pão de fôrma na peneira, demora um pouco mais mas quebra um galho)
  • 1 xícara de castanha de caju picada grosseiramente
  • Sal e pimenta à gosto
  • Azeite para refogar

  1. Aqueça o forno a 200 graus
  2. Coloque o panko em uma assadeira de forma que fique bem espalhado, e leve ao forno quente até dourar
  3. Em outra assadeira coloque a castanha de caju picada e leve também ao forno até tostar (eu comprei a castanha já tostada, então nem precisei fazer isso #ficadica )
  4. Em uma panela aqueça o azeite e refogue a cebola em fogo médio, mexendo sempre, até que ela doure por igual (não economize no azeite)
  5. Cebola douradinha? Misture primeiro a castanha de caju e depois vá incorporando aos poucos o panko
  6. Tempere com um pouco de pimenta e o sal é opcional, eu usei só um pouquinho

Gente, eu esperei a semana inteira pra comer esta farofa junto com um bobó de camarão maravilhoso (que vou postar esta semana ainda) e super harmonizou! Ela é muito muito muito crocante e leve, eu comeria um balde dela sem mais nada pra acompanhar feliz da vida. É sério. Vocês tem que fazer! Imagina num churrasco? Imagina nas comidas de fim de ano? Já tô pensando na versão “ceia” dela hahaha. 

Boa semana, gente!