Arroz integral de carreteiro

Arroz integral de carreteiro com carne seca ou charque

Desde que vim morar em Recife e aprendi a apreciar uma boa charque (carne seca) ela virou item indispensável da lista de compras. É versátil, econômica (rende muito!) e é uma delícia. Geralmente preparo a versão aceboladinha, mas hoje quis variar no cardápio do almoço e fiz um arroz de carreteiro. Como tinha arroz integral congelado, foi ele mesmo quem foi pra panela e deixou a receita ainda mais gostosa e saudável:

Arroz integral de carreteiro com carne seca ou charque

Arroz integral de carreteiro

Pitadinha
Receita simples de arroz integral de carreteiro, feito com arroz pronto e carne seca ou charque
Preparo 30 mins
Cozimento 30 mins
Tempo Total 1 hr
Tipo Prato principal, Prato único
Cozinha brasileira
Porções 5 porções

Ingredientes
  

  • 500 g de charque carne seca dessalgada, cozida e desfiada
  • 1 und de tomate sem sementes picado
  • 1 und cebola picada
  • 1 und pimentão picado
  • 5 xícaras (de chá) de arroz integral cozido
  • 1 xícara (de chá) de Salsinha a gosto
  • 1 fio de Azeite para refogar

Instruções
 

  • Refogue a cebola no azeite até ficar transparente
    1 und cebola picada, 1 fio de Azeite para refogar
  • Junte o pimentão e refogue até cozinhar levemente
    1 und pimentão picado
  • Acrescente o tomate e a charque, refogue somente até o tomate começar a cozinhar
    500 g de charque, 1 und de tomate sem sementes picado
  • Adicione o arroz e misture tudo muito bem, finalizando com a salsinha picada
    5 xícaras (de chá) de arroz integral cozido, 1 xícara (de chá) de Salsinha a gosto
  • Acerte o sal se necessário

Notas

Eu dessalgo a charque assim: Geralmente compro charque de coxão mole. Corto em cubos grandes e coloco na pressão com água até cobrir e levo ao fogo alto. Quando começa a fazer pressão, abro a panela, troco a água e encho novamente. Repito esse processo até provar a charque e estar no ponto do sal que eu quero. Às vezes são 3, às vezes 4 vezes. Estando no ponto de sal ideal, eu levo novamente ao fogo desta vez para cozinhar, deixo na pressão uns 20 minutos. Daí escorro a água e levo ao processador no modo pulsar só até desfiar – é super rápido. É legal fazer uma quantidade grande e congelar porções, assim facilita muito a vida.
Keyword arroz de carreteiro, bolo de arroz integral, receita com arroz integral

Eu dessalgo a charque assim: Geralmente compro charque de coxão mole. Corto em cubos grandes e coloco na pressão com água até cobrir e levo ao fogo alto. Quando começa a fazer pressão, abro a panela, troco a água e encho novamente. Repito esse processo até provar a charque e estar no ponto do sal que eu quero. Às vezes são 3, às vezes 4 vezes. Estando no ponto de sal ideal, eu levo novamente ao fogo desta vez para cozinhar, deixo na pressão uns 20 minutos. Daí escorro a água e levo ao processador no modo pulsar só até desfiar – é super rápido. É legal fazer uma quantidade grande e congelar porções, assim facilita muito a vida.

Aqui foi prato único, mas pra acompanhar podia ter um pirãozinho de queijo, um feijãozinho de corda, uma farofinha de jerimum…. Hummmm!